Filtros de ar condicionado oferecem mais segurança e economia

Extremamente importantes para a preservação da saúde dos pacientes, os filtros também são aliados nos custos operacionais.

Os hospitais, são instituições que estão em funcionamento 24 horas por dia e grandes consumidores de energia elétrica.

Uma parcela considerável desse consumo está diretamente relacionada aos componentes do sistema AVAC (Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado). E para que esses custos sejam menores, os filtros de ar são fundamentais.

Além disso, os hospitais são locais de tratamento de doenças (essa é a sua principal finalidade), entretanto, e caso não contem com um bom sistema de filtragem de ar, podem facilmente tornar-se um ambiente de fonte de contaminação. Afinal, os vírus podem ser transmitidos por via aérea.

Sendo assim, quanto maior a qualidade dos filtros utilizados, maior também será a circulação de um ar puro, com a quantidade mínima de bactérias. O hospital deve, obrigatoriamente, contar com um bom sistema que impeça que os pacientes debilitados sejam infetados com alguma doença que seja originada durante o período que eles estiverem no hospital”.

Portanto, é primordial que alguns ambientes contem com um bom sistema de filtragem de ar, para a preservação da saúde dos pacientes: Pós-operatórios; Salas de cirurgia; Salas de esperas; UTI; UTI Neonatal; UTI Pediátrica.

A aplicação de um sistema eficiente para realizar a filtragem de ar em hospitais tem um impacto significativo. Segundo pesquisas, a melhoria na qualidade do ar interior em ambientes hospitalares resulta na redução dos custos com assistência médica e ausência no trabalho de 9 a 20%.

Isso quer dizer que os hospitais que possuem ambientes com controle eficaz das impurezas que estão presentes no ar resultam na diminuição do tempo de estadia dos pacientes. E, além disso, diminuem os custos operacionais, gerando mais segurança às pessoas e economia para o hospital.